Jogador de 23 anos interrompe carreira para doar fígado à própria mãe: ‘A vida dela estava em perigo’

O atacante bósnio Robert Peric-Komsic revelou que deve voltar a jogar futebol profissionalmente em breve e disse que o transplante foi um sucesso

Jogador de 23 anos interrompe carreira para doar fígado à própria mãe: ‘A vida dela estava em perigo’
O atacante bósnio Robert Peric-Komsic interrompeu sua carreira, ainda em março deste ano, para doar 70% de seu fígado à sua própria mãe, Ljiljana. Nesta semana, o jogador de 23 anos, que pertence ao HNK Cibalia, da 2ª divisão Croácia, falou pela primeira vez sobre o tema. De acordo com o centroavante, a mãe estava convivendo com a complexa doença há 13 anos, precisava de um doador compatível e chegou a ter três rejeições registradas. Os médicos, assim, decretaram que apenas familiares do núcleo mais próximo seriam possíveis doadores. “A vida dela estava em perigo, o estômago estava se enchendo de água e era uma questão de dias… Eu sabia que todas as outras opções estavam esgotadas e peguei nas minhas coisas e voei para Istambul. O meu objetivo era claro: curar a minha mãe. Tudo o resto era menos importante ou completamente sem importância alguma”, garantiu Robert, em declarações ao diário “Sportske Novosti”. Na entrevista, Robert Peric-Komsic declarou que o seu fígado já se regenerou e que deve voltar aos gramados nos próximos meses – ele teve seu contrato renovado até junho de 2023 pelo clube croata. Quanto à sua mãe, Ljiljana está completamente curada, precisando fazer apenas um acompanhamento de rotina. “Ela tem de fazer tratamentos, mas isso não é novidade para a minha mãe porque ela toma remédios há anos. Tudo o que fiz foi normal, o meu fígado regenerou-se quase completamente dois meses após a cirurgia. Basicamente, fugindo a alguma história de heroísmo, fiz o que acredito que qualquer pessoa que cresceu numa família funcional faria. A minha mãe deu-me a vida e eu prolonguei a dela. É uma heroína maior do que eu”, frisou o jogador, que foi “bombardeado” com mensagens de felicitações nos últimos meses. Leia também À JP, Petkovic fala de comparação com Arrascaeta e escolhe melhores brasileiros da história; assista Exclusivo: Willian recebe propostas e pode deixar o Corinthians até 15 de agosto