Propriedade chegou a custar US$ 100 milhões em 2015

O rancho de Michael Jackson, a famosa "Nerveland", agora pertence ao bilionário norte-americano Ron Burkle, co-fundador da The Yucaipa Companies e que chegou a trabalhar como consultor do Rei do Pop.

De acordo com o Wall Street Journal, a propriedade localizada em Los Olivos, Santa Barbara, na Califórnia, foi vendida por US$ 22 milhões (aproximadamente R$ 116 milhões na cotação atual), valor bem abaixo do que chegou a custar quando entrou no mercado em 2015, pelo preço de US$ 100 milhões, quase 528 milhões de reais. Sem compradores, o valor do rancho caiu bastante nestes últimos cinco anos, custando US$ 31 milhões já em 2019.

Na época em que comprou, em 1987, Michael Jackson pagou US$19,5 milhões e a batizou de "Neverland" ("Terra do Nunca") em homenagem à história de Peter Pan, na qual as crianças nunca crescem. O músico transformou mansão em um local mágico, com brinquedos de parque de diversão, como roda gigante e carrossel, e até um zoológico.

Durante a carreira do astro, a propriedade se tornou palco de algumas polêmicas, após as acusações de supostos abusos sexuais contra crianças na residência, das quais duas são relatadas no documentário "Leaving Neverland”, dirigido e produzido pelo cineasta britânico Dan Reed e lançado 10 anos após a morte do cantor.


Deixe seu Comentário