Polo G e Jason Isbell também entram no top 10

  Com o álbum "High Off Life", Future entrou pela sétima vez no topo da parada americana. Desde 2015, que o rapper vem entrando com regularidade no primeiro lugar da Billboard. Foram vendidas o equivalente a 153 mil cópias do disco. A maioria esmagadora delas vieram de audições de faixas do trabalho nos serviços de streaming musical - apenas 16 mil unidades foram de fato compradas, graças a venda do álbum em conjunto com diversos itens de merchandising no site oficial do artista.

  O top 10 teve ainda mais duas novidades: "THE GOAT" de Polo G ficou com a segunda posição e o elogiado "Reunions" do cantor e compositor Jason Isbell (aqui acompanhado de sua banda, a 400 Unit) subiu 140 posições e ficou com o nono lugar.

  A disparada tem explicação: para mostrar seu apoio aos pequenos vendedores de discos que estão sofrendo para sobreviver nesses tempos de pandemia, Isbell disponibilizou o trabalho nos formatos físicos, uma semana antes do previsto, apenas para lojas independentes. Sete dias depois (15 de maio) o trabalho chegou aos serviços de streaming e também nas gigantes do varejo, e pôde ser consumido por um público mais amplo.

  O top 10 ficou assim:

1 - "High Off Life" - Future (estreia)

2 - "THE GOAT" - Polo G (estreia)

3 - "My Turn" - Lil Baby (subiu uma posição)

4 - "Dark Lane Demo Tapes" - Drake (caiu uma posição)

5- "Blame It on Baby" - DaBaby (subiu uma posção)

6 - "Eternal Atake" Lil Uzi Vert (subiu duas posições)

7 - "After Hours" - The Weeknd (subiu duas posições)

8 - "Hollywood's Bleeding" - Post Malone (subiu uma posição)

9 - Jason Isbell and the 400 Unit ("Reunions" (subiu 140 posições)

10 - "Good Intentions" - NAV (caiu nove posições)

Deixe seu Comentário